por Dark Night

Operação Mindfuck é sem dúvida uma arte que visa não o terror, mas mudar a forma em que é pensada a realidade.  O terror pode ser eventualmente usado, mas deve- se diferenciar o terror do terrorismo.
O terror se situa na mente e visa apenas mudar a forma de pensar e não a pessoa que pensa. Claro que, se muda a forma de pensar,  a pessoa não será mais a mesma, e consequentemente a pessoa foi eliminada.  A diferença é que houve uma metamorfose mental.
O terrorismo usado na OM é poético.  São eventualmente usadas imagens fortes com a intensão de causar impressão na imaginação do indivíduo que observa.

Alguns forjam rituais de magia negra para fazer isso.  Não que houve realmente um culto satânico, mas um teatro. Quem observa não sabe, força a mente a pensar e concluir diversas formas de ideias implantadas no subconsciente ao longo de sua vida.

Uma sugestão, inspirada num verdadeiro terrorismo poético, é fazer um vídeo com ruídos no fundo,  mensagens subliminares e mandar por correio para pessoas aleatórias ou alvos (blogueiros) .

Uma tática tomada por uma das cabalas discordianas do Brasil é enviar e-mail nonsense e illuminati para humoristas, divulgar o discordianismo em páginas da web (tal como foi feito no site MegaCurioso) atingindo um maior público possível.

Outra estratégia vinda de tempos atrás é escrever em notas de dinheiro a palavra FNORD.

Também poderia ser deixados bilhetes em livros,  praças,  bancos de ônibus,  banheiros públicos, etc.

Faça parte da maior brincadeira mundial, a Operação Mindfuck,  com o objetivo de causar não uma confusão,  mas sim uma forma nova de ver a realidade.

Mande para discordanismo23@gmail.com a sua sugestão.